Ponta Porã/MS, Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Saúde
Sexta-Feira, 29 de Março de 2019, 14h:51
Tamanho do texto A - A+

Primeira morte confirmada de Leishmaniose visceral acontece em Três Lagoas

Vítima era uma menina de um ano e faleceu no último dia 10

Flavia Andrade
Capital News

Assessoria/Divulgação

Lei estabelece critérios para tratamento de cães com leishmaniose

Doença é transmitida pelo mosquito palha

 

A Vigilância Epidemiológica, ligada a Secretaria Municipal de Saúde, investigava o caso desde a semana passada, porém, a confirmação foi divulgada nesta sexta-feira (29), após a realização de uma série de exames, coletas de amostra de sangue de cães e bloqueio químico nos bairros próximos ao que a criança residia.

 

Sendo assim a primeira morte por leishmaniose visceral confirmada em Três Lagoas, uma doença transmitida pelo mosquito palha, neste ano. A vítima era um bebê, de um ano de idade, que faleceu no último dia 10, no Hospital Estadual de Bauru (SP), onde estava internada. Ela residia no Jardim Flamboyant.

 

Conforme relatórios de monitoramento semanal de Leishmaniose, no acumulado de 2019, o município registrou 25 casos notificados da doença. Porém, todos eles foram descartados por apresentarem resultado negativo. 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix