Ponta Porã/MS, Quarta-Feira, 20 de Outubro de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Rural
Quarta-Feira, 25 de Agosto de 2021, 17h:51
Tamanho do texto A - A+

Recursos do FCO garantem investimentos ao setor pecuário de MS

Mais de R$ 60 milhões serão investidos na produção de suínos e aves

Lethycia Anjos
Capital News

Reprodução/Famasul

Suinocultores de MS recuperam poder de compra em 1,9%, em abril

Suinocultura de MS

Setor rural de Mato Grosso do Sul receberá R$ 168,6 milhões em recursos, viabilizados por meio do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO). O anuncio foi divulgado após a 3ª reunião extraordinária do Conselho de Investimentos Financiáveis pelo FCO (CEIF), realizada na última terça-feira (24). Desse total, R$ 65 milhões serão destinados a produção suinocultura e avicultura.

 

O setor de avicultura receberá R$ 41,9 milhões em recursos, que serão destinados a projetos para implantação de unidades de produção de frangos de corte no município de Sidrolândia, interior de MS. A iniciativa visa estruturar o setor, ampliando a capacidade de produção, para atender unidades frigoríficas da Seara.

 

A diretoria da Associação dos Avicultores de MS (Avimasul) esteve recentemente na Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), na ocasião foi anunciada a destinação dos R$ 160 milhões em investimentos e a expansão da produção da Seara Alimentos.

 

O montante destinado à suinicultura soma R$ 23 milhões, com destaque para a consolidação de um investimento capitalizado pela Semagro em 2020. Em junho do ano passado, o secretário Jaime Verruck se reuniu com produtores de Santa Catarina interessados em se instalar no Mato Grosso do Sul.

 

Neste ano, os produtores Gerson Cristofolini e Edson Cristofolini solicitaram R$ 19 milhões em recursos do FCO para produção de leitões no município de Rio Negro, com expectativa de gerar 20 empregos diretos a cada 3 mil matrizes.

 

Titular da Semagro, Jaime Verruck destaca que os recursos irão impulsionar o setor. “Nós entendemos que estamos na região onde a suinocultura vai crescer e por isso o Governo do Estado tem uma política de intensificar a cadeia produtiva da suinocultura, priorizando o setor nas contratações do FCO e tendo um bom trabalho com o licenciamento ambiental”, explicou.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix