Ponta Porã/MS, Segunda-Feira, 13 de Julho de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Rural
Sexta-Feira, 22 de Maio de 2020, 18h:29
Tamanho do texto A - A+

Abate de ovinos cresce 183% em MS

Valor é referente ao primeiro trimestre de 2020

Elaine Silva
Capital News

Divulgação/Senar

Abate de ovinos cresce 183% em MS

Crescimento se deve, principalmente, à maior procura por conhecimento técnico pelos produtores rurais

Em Mato Grosso do Sul o volume de abates de ovinos aumentou 183% no primeiro trimestre de 2020, em relação ao mesmo período do ano passado. Conforme o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) apontam que, de janeiro a março deste ano, 1.240 ovinos foram abatidos, enquanto que, no mesmo período de 2019, o total chegou a 438 abates.

 

Conforme os Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Mato Grosso do Sul ocupa atualmente a 10ª posição entre os maiores rebanhos de ovinos e o 4º maior produtor de lã do Brasil. Entretanto, considerando os números do mês de abril, já durante a pandemia da Covid-19, houve redução no número de abates, que foi de 290.

 

O expressivo crescimento se deve, principalmente, à maior procura por conhecimento técnico pelos produtores rurais, que vêm buscando metodologias como as da ATeG (Assistência Técnica e Gerencial), do Senar/MS, para profissionalizar a atividade, segundo a assessoria. Esse é o tema da editoria ‘Mercado Agropecuário’ desta semana. “Esse aumento é reflexo de uma criação mais profissional no estado. Os produtores de ovinos estão procurando mais conhecimento, como a Ateg/MS desta cadeia produtiva e, com isso, aumentando a produtividade de seus negócios”, explica o técnico, Juliano Bastos.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix