Ponta Porã/MS, Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
2019
Quarta-Feira, 01 de Janeiro de 2020, 13h:00
Tamanho do texto A - A+

Massacre em Escola Estadual em Suzano deixa dez mortos

Os assassinos se suicidaram após o massacre

Flavia Andrade
Capital News

Reprodução/Facebook

Diretora da Escola Estadual Arthur Dias registra boletim de ocorrência sobre suposto atentado

Aluno da escola foi quem mostrou a rede para a diretora.

Os assassinos Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique Castro, de 25 anos, eram ex-alunos da Escola Estadual Raul Brasil em Suzano, interior de São Paulo. Entre as vítimas estão alunos da escola e funcionárias, além do tio de um dos assassinos.

 

Os cinco estudantes mortos tinham entre 15 e 17 anos de idade. Também foram mortas a coordenadora pedagógica e a inspetora do colégio. 

 

Segundo investigações realizadas pela Polícia Civil, o ataque foi premeditado, sendo planejado durante um ano. Os assassinos pretendiam matar mais pessoas que as vítimas fatais de Colombine, ocorrido em 1999 nos Estados Unidos.

 

Ainda segundo o Polícia, os dois tinham um pacto de que se suicidariam após o massacre. Foi encontrado no carro dos assassinos um caderno com as coordenadas para o massacre. Seis pessoas morreram dentro da escola, além dos dois assassino, um deles foi morto pelo outro, que depois se suicidou. Outras duas pessoas morreram em atendimento médico.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix