Ponta Porã/MS, Sábado, 04 de Abril de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Política
Quinta-Feira, 26 de Março de 2020, 17h:12
Tamanho do texto A - A+

Marquinhos disciplina reabertura de restaurantes, igrejas, construção civil, indústrias e lotéricas

Prefeito de Campo Grande anuncia medidas após decreto presidencial

Hélder Rafael
Capital News

Prefeito Marquinhos Trad anuncia novas medidas

Prefeito Marquinhos Trad anuncia novas medidas

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), anunciou na tarde desta quinta-feira (26) uma série de medidas para entrar em conformidade com o decreto publicado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que determina a retomada do funcionamento de alguns setores.

 

Trad anunciou regras para disciplinar a reabertura de restaurantes, igrejas, construção civil, indústrias e lotéricas (confira todas as regras mais abaixo).

 

Segundo o prefeito, foram estipuladas várias condições para a reabertura desses setores, que será gradual. Trad disse que desde ontem mantém diálogo com representantes do comércio e da indústria. O prefeito também afirmou que a prefeitura precisa adotar simetria com o decreto de Bolsonaro, e que o texto presidencial estabelece que os municípios disciplinem esse funcionamento especial.

 

"Já que nós pedimos abertura, estamos dando as condições. Nós vamos fiscalizar, cassar o alvará e não devolver mais a quem descumprir com as nossas regras", afirmou.

 

Campo Grande se aproxima do décimo dia de medidas adotadas para evitar a propagação do novo coronavírus. O prefeito negou que tenha sofrido pressão para que sejam tomadas decisões no sentido de aliviar as regras, consideradas muito rígidas.

 

"Ou a gente chega no consenso entre a vida e a economia, ou todos vão sucumbir", afirmou. 

 

O prefeito prometeu ainda ações de fiscalização surpresa nos estabelecimentos comerciais autorizados a abrir.

 

Com relação ao comércio, prometeu reuniões na sexta-feira e no sábado com a Associação Comercial e a Câmara de Dirigentes Lojistas para a reabertura "aos poucos", e desde que as estatísticas do novo coronavírus não disparem.

 

Restaurantes

- abertura com apenas 30% da capacidade normal;

- higienização do ambiente antes e depois;

- higienização das máquinas de cartão;

- distanciamento de 2 metros entre as mesas;

- utilização de materiais de proteção por parte dos funcionários;

- se possível fazer aferição da temperatura corporal dos clientes;

- disponibilizar informações visíveis sobre medidas de prevenção ao Covid-19

 

Casas lotéricas

- a partir de sexta-feira (27);

- higienização completa do local antes da abertura, e de 2 em 2 horas realizar nova higienização;

- funcionários devem usar luvas e máscaras descartáveis;

- garantir distanciamento mínimo de 1,5 metro entre os clientes;

- oferecer álcool gel para os clientes;

- horário: das 9 às 17 horas;

 

Indústrias

- obedecer as notas técnicas expedidas pelo Ministério Público do Trabalho, que são:

a) fornecimento de lavatórios com sabão e álcool gel;

b) ventilação dos ambientes de trabalho;

c) limpeza dos equipamentos;

d) esterilização de superfícies;

e) restrição de entrada de pessoas que não trabalham nos locais;

f) manter distanciamento social em ambientes internos;

g) adotar turnos diferenciados de trabalho;

h) adotar o ponto por exceção para evitar aglomeração de pessoas;

i) afastar imediatamente e encaminhar ao médico pessoas com sintomas de doença respiratória relacionadas à Covid-19;

j) oferecer alternativas de teletrabalho;

k) orientação aos trabalhadores sobre a doença;

 

Igrejas

- abertura a partir de segunda-feira (30);

- higienização completa antes e após cultos;

- respeitar distância mínima de 1,5 metro entre cada pessoa;

- uma pessoa a cada 10 metros quadrados;

- oferecer produtos de higienização;

- aferição de temperatura corporal;

- recusar entrada de pessoas com temperatura corporal elevada;

- manter ambientes arejados;

- horários: das 6 horas às 19h30;

- limite de até dois cultos por dia;

 

Construção civil

- abertura somente a partir de segunda-feira (30)

- limitar a 20 trabalhadores

- só mediante cumprimento das notas técnicas do MPT e das recomendações da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC):

a) fornecimento de lavatórios com sabão e álcool gel;

b) ventilação dos ambientes de trabalho;

c) limpeza dos equipamentos;

d) esterilização de superfícies;

e) restrição de entrada de pessoas que não trabalham nos locais;

f) manter distanciamento social em ambientes internos;

g) adotar turnos diferenciados de trabalho;

h) adotar o ponto por exceção para evitar aglomeração de pessoas;

i) afastar imediatamente e encaminhar ao médico pessoas com sintomas de doença respiratória relacionadas à Covid-19;

j) oferecer alternativas de teletrabalho;

k) orientação aos trabalhadores sobre a doença.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix