Ponta Porã/MS, Sexta-Feira, 20 de Maio de 2022 |
27˚
(67) 3042-4141
Política
Quarta-Feira, 30 de Junho de 2021, 15h:03
Tamanho do texto A - A+

Bolsonaro inaugura estação de controle do espaço aéreo em Ponta Porã

O sistema, o terceiro instalado no Mato Grosso do Sul desde agosto de 2020

Laryssa Maier
Capital News

Chico Ribeiro

Bolsonaro

 

Nesta quarta-feira (30), em Ponta Porã (MS), o Ministério da Defesa inaugurou, uma nova Estação Radar de Vigilância Aérea. O sistema, o terceiro instalado no Mato Grosso do Sul desde agosto de 2020, faz parte do processo de modernização da rede de vigilância do Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro, gerenciado pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea).

 

Segundo o ministério, em conjunto, as estações de Ponta Porã, Porto Murtinho (inaugurada em março deste ano) e Corumbá (ativada em agosto de 2020) vão permitir o aprimoramento da capacidade de vigilância e controle da fronteira sul-mato-grossense com outros países e o combate ao tráfico de drogas e de armas, ampliando a capacidade de vigilância do espaço aéreo pelas Forças Armadas.

 

Após ativar o equipamento e simular um exercício de interceptação de aeronave em voo, o presidente declarou que, com as três estações sul-mato-grossenses ativas, as fronteiras brasileiras se tornam mais seguras”.

 

A cerimônia de inauguração da estação contou com as presenças do presidente da República, Jair Bolsonaro, do governador do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, do ministro da Defesa, Walter Souza Braga Netto, além de parlamentares e convidados, como o ex-piloto de Fórmula 1, Nelson Piquet.

 

O governador declarou que a proteção das fronteiras do estado reforçam a proteção ao país e à população de todas as outras unidades da federação. Em nota divulgada hoje, o governo estadual informa que o governo federal investiu cerca de R$ 127 milhões nos três sistemas de vigilância.

 

Azambuja aproveitou para agradecer ao governo federal por destinar 165,5 mil doses da vacina contra a covid-19 para a realização de um estudo que visa a imunizar todos os moradores com mais de 18 anos de idade de 13 municípios sul-mato-grossenses que fazem fronteira com a Bolívia e o Paraguai.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix