Ponta Porã/MS, Sábado, 04 de Abril de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Quarta-Feira, 19 de Fevereiro de 2020, 16h:58
Tamanho do texto A - A+

Trutis acusa organização de atentado e diz que “não vão me calar”

Em discurso deputado afirma que emboscada foi armada pela “quadrilha” que ajudou a eleger os últimos três governadores

Elaine Silva
Capital News

Divulgação

Trutis acusa organização de atentado e diz que “não vão me calar”

Deputado federal Loester Trutis (PSL/MS)

“Quero dizer para as pessoas de Mato Grosso do Sul que não vão me intimidar, não vão me calar”, disse em seu discurso na tribuna da Câmara dos Deputados, o deputado federal Loester Trutis (PSL/MS), na última terça-feira (18).

 

O deputado acusou em seu discurso uma suposta organização criminosa que patrocina políticos do Estado. Sem falar nomes, ele disse que a emboscada foi armada pela organização que ajudou a eleger os últimos três governadores.

 

Trutis ainda leu uma declaração publicada em suas redes sociais, onde relatou sobre as organizações criminosas do Estado. “Os leigos e engraçadinhos "esquecem" que no MS o crime organizado sempre teve participação na política. Cigarreiros, traficantes e líderes de esquadrões da morte se tornaram vereadores, deputados, e quase fizeram até um governador. Todo mundo sabe do que estou falando, mas ninguém toca no assunto”, diz a publicação.

 

O deputado ainda complementa falando “esses políticos, com a ajuda do crime organizado, colocam milhões de reais na imprensa local, que por isso também não é confiável. Igualmente, ninguém tem coragem de dizer isso! Então, antes de fazer uma piada ou dizer que foi uma simulação, lembre-se que esse grupo está em todas as esferas do poder há mais de 30 anos, e em 2018 eu quebrei esse ciclo ficando com uma das vagas de deputado federal. E pior, não me deixei intimidar pelos políticos que tem ligação com esses grupos! Agora um "consórcio" de inimigos se une para acabar comigo”.  

 

Sobre o atentado ele finalizou dizendo: “Graças a Deus pude reagir, antes com minha voz e agora com minha arma. Vamos viver novos tempos, não vão me parar, não vão me calar! Tenho fé e ando armado. Sigo Trabalhando”, escreveu na publicação.

 

Trutis ainda acusou os colegas de parlamento de pagar a imprensa sul-mato-grossense para destruir a sua reputação, porque ele não teria aceitado a proposta do crime organizado.

 

Alvo de atentado a tiros na manhã de domingo (16), o deputado acusou, em discurso na Câmara dos Deputados, suposta organização criminosa que patrocina políticos de Mato Grosso do Sul. Sem citar nomes, ele disse que a emboscada foi armada pela “quadrilha” que ajudou a eleger os últimos três governadores de Mato Grosso do Sul.

 

De acordo com o deputado, ele e o motorista foram alvos de nove disparos de submetralhadora ponto 40 a caminho de Sidrolândia. Sua salvação de acordo com seu discurso foi “a habilidade do motorista e da pistola 380”. Desde o atentado, o deputado só vem se manifestando sobre o episódio pelas redes sociais. Em nota, a Polícia Federal informou que a investigação do atentado contra o deputado é prioridade absoluta.

Divulgação

Trustis acusa organização de atentado e diz que “não vão me calar”

..

 

Nesta quarta-feira (19) o deputados usou suas redes sociais para definir os “políticos de MS”. Trutis escreveu que os “Líderes do crime organizado pagam campanhas eleitorais. Os eleitos fazem vista grossa aos crimes, e promovem os policiais corruptos, logo eles também disputam eleição e são eleitos. Todos os eleitos pelo crime usam verba de seus mandatos para pagar a imprensa local, para que ela faça de conta que nada disso ocorre, e de quebra ela usa o alcance de suas matérias para tentar manchar a reputação de quem não está no esquema. Quando isso não funciona, tentam matar você”, diz a publicação. 

 

Atentado 

Loester Trutis foi alvo de 9 tiros, no último domingo (16) quando seguia sua agenda em Mato Grosso do Sul. Em seu discurso e na página oficial, ele informou que o primeiro tiro era para acertar a sua cabeça, além de mostrar o que impediu o trajeto da bala.

 

 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix