Ponta Porã/MS, Sábado, 28 de Novembro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Quinta-Feira, 19 de Novembro de 2020, 14h:57
Tamanho do texto A - A+

Polícia liberta mulher sequestrada pelo ex em MS

Agentes seguem em busca do acusado que conseguiu fugir

Elaine Silva
Capital News

Divulgação/PCMS

Polícia liberta mulher sequestrada pelo ex em MS

Caso aconteceu na quarta

 

Uma mulher de 27 anos foi  vítima de sequestro e cárcere privado, nesta quarta-feira (18). O acusado é o ex-companheiro de 31 anos, que não aceitava o fim do relacionamento. Após libertar a vítima os policiais continuam vasculhando a região para localizar o autor. 

 

Caso aconteceu quando o acusado retirou a vítima seu local de trabalho e a fez refém nas margens da rodovia MS-295, no município de Paranhos. Os policiais civis foram acionados e receberam a informação de que um homem, portando uma arma de fogo tipo pistola, teria invadido uma creche e obrigado sua esposa a entrar em um veículo Wolksvagem Voyage. 

 

O suspeito então dirigiu até a rodovia, onde parou próximo ao km 4, desceu com a vítima e ficou alternando a mira da pistola para sua cabeça e para a cabeça dela. Segundo a Polícia Civil, o autor dizia que iria se matar, e “acabar com tudo” e que não seria preso de jeito nenhum. Policiais civis iniciaram a negociação com o homem que, após uma hora, liberou a vítima, sem ferimentos. As negociações continuaram, pois o homem, que aparentemente estava sob efeitos de drogas, ainda estava com a arma de fogo em mãos apontando a arma para si mesmo e em direção aos policiais e terceiros que estavam na rodovia.

 

A polícia afastou-se para preservação de sua integridade e interrompeu o fluxo de veículos nos dois lados da rodovia, nesse momento, o autor ingressou no veículo e ainda armado saiu em disparada pela rodovia sendo perseguido por equipe da Polícia Civil. Cerca de 10 km do local de início da perseguição, acreditando que o indivíduo ao empreender fuga ingressou em região de mata, não sendo localizado. 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix