Ponta Porã/MS, Quarta-Feira, 20 de Outubro de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Sexta-Feira, 01 de Outubro de 2021, 11h:05
Tamanho do texto A - A+

Indígena mata sobrinho e é preso em flagrante

Autor foi localizado no dia seguinte do crime e estava embriagado

Elaine Silva
Capital News

  • Divulgação/PCMS

    Delegacia de Amambai

    Delegacia de Amambai

  • Após matar o sobrinho de apenas 15 anos, por motivo fútil, o indígena E.B., de 56 anos foi preso nesta quinta-feira (30), pela Polícia Civil, no município de Amambai. Autor foi localizado embriagado, próximo à aldeia onde ocorreu o crime.

 

Assim que foi capturado pelos policiais, E.B., disse que não se lembrava de ter matado o sobrinho, mas reconheceu a faca utilizada no crime, como sendo de sua propriedade. Ele foi preso em flagrante por homicídio qualificado por motivo fútil, levado para a delegacia da cidade e posteriormente para o sistema prisional, onde ficará à disposição da justiça.

 

Conforme as informações da polícia civil, o homicídio ocorreu por volta das 22h30min da quarta-feira (29). Assim que souberam dos fatos, os policiais da delegacia de Amambai foram até o local e encontraram o adolescente G.S.B., caído no chão, já sem os sinais vitais, com uma perfuração na altura do peito e com as roupas cobertas de sangue.

 

Os investigadores coletaram as informações preliminares e conversaram com a irmã da vítima, E.S., de 17 anos, que contou que o tio estava ingerindo bebida alcoólica, enquanto seu irmão tocava um chocalho. O tio ficou irritado com o barulho e mandou o adolescente parar de tocar, mas como ele recusou, ele o esfaqueou. Depois do esfaqueamento, a vítima ainda conseguiu andar alguns metros, disse para a irmã que ia morrer e caiu, indo a óbito em seguida, no local.

 

A testemunha disse que tentou impedir o crime, mas o autor disse que se ela tentasse qualquer coisa ele também a mataria. Ela relatou aos policiais, que antes deste fato, o tio já tinha tentado matar o sobrinho com uma foice, mas na ocasião o jovem teria conseguido se defender.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix