Ponta Porã/MS, Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Sexta-Feira, 23 de Agosto de 2019, 09h:11
Tamanho do texto A - A+

Homem que escapou do tribunal do crime é preso pela Derf

Autor é acusado de praticar roubos no Jardim Colúmbia

Elaine Silva
Capital News

Rafael Gaijim/arquivo Capital News

Delegacia Especializada em Repressão a Roubos e Furtos (Derf)

Delegacia Especializada em Repressão a Roubos e Furtos (Derf), em Campo Grande

 

Nilson Thiago dos Santos Flores, 21 anos, é acusado de diversos roubos no Jardim Colúmbia, em Campo Grande, foi preso por policiais da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos(Derf ) nesta quinta-feira (22). Nilson foi salvo pela Polícia Militar momentos antes de ser executado, pelo ‘Tribunal do Crime’.  Após esse fato, ele  fugiu de Três Lagoas e passou a praticar roubos em Campo Grande.

Conforme a Derf, as investigações iniciaram após recebimento de denúncias de que um homem estaria praticando vários roubos e atacando vítimas, no Colúmbia. Em consultas aos sistemas de segurança da Polícia Civil, foram localizadas duas ocorrências de roubo em desfavor do acusado.

No primeiro caso, armado com um facão e uma agulha de narguilé, Nilson teria desferiu vários golpes contra a vítima, um homem de 30 anos, quando este chegava em casa na Rua Luiz Carlos Siufi. As agressões teriam ocorrido porque ao perceber que seria roubada, a vítima jogou o aparelho celular na casa de um parente.

No segundo roubo, registrado em 4 de agosto, Nilson teria investido de mãos limpas contra a vítima, um rapaz de 22 anos, que foi abordada na Rua Uraca. Mesmo tendo êxito no roubo do celular e carteira da vítima, o acusado teria ido até a casa onde mora, se armado com ferramentas pesadas e saído à procura do rapaz pelo bairro, com o intuito de matá-lo.             

Hoje ao ser localizado em sua residência, Nilson confessou a prática de ambos os roubos aos policiais da Derf, que ainda foram levados por ele até o receptador, um adolescente, que foi intimado para comparecer na Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude (Deaij), para ser ouvido.

Além de um aparelho celular, foi apreendida na posse de do suspeito, a CNH de uma das vítimas. Conforme a assessoria da Polícia Civil, nas declarações prestadas à Derf, as vítimas afirmaram que Nilson sempre foi muito violento e agressivo.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix