Ponta Porã/MS, Quarta-Feira, 18 de Setembro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Sexta-Feira, 23 de Agosto de 2019, 13h:56
Tamanho do texto A - A+

Foragido por homicídio há 11 anos é preso

Rivelino foi interrogado e indiciado por injúria e lesão da ex-companheira

Elaine Silva
Capital News

Divulgação/Polícia Civil

Foragido por homicídio há 11 anos é preso

Preso também agrediu a ex-companheira

Foragido há 11 anos, Rivelino de Souza, 46 anos, foi preso nesta quinta-feira (22), por policiais da Delegacia de Atendimento à Mulher (DAM) de Ponta Porã. Ele foi condenado pelo homicídio do indígena Adriano Benites, 28 anos, ocorrido em 18 de setembro de 2013, na aldeia Lima Campos, em Ponta Porã.

Após matar a vítima a pauladas, Rivelino dispensou o corpo em um matagal às margens da BR-463, próximo ao Km 53, onde ainda tentou incendiar o cadáver, que acabou sendo localizado por agentes da Polícia Rodoviária Federal. O caso foi investigado pela 2ª Delegacia de Polícia Civil de Ponta Porã.

De acordo com a assessoria da Polícia Civil, o homem foi capturado nesta quinta pela Polícia Civil, durante a operação Fronteira Segura, não pela morte do indígena, mas porque teve a prisão decretada pela Justiça no domingo  (18), após agredir a facadas a mulher, de 56 anos, com quem vivia na aldeia Lima Campos.

Conduzido à DAM de Ponta Porã, Rivelino foi interrogado e indiciado por injúria e lesão da então companheira. Durante os procedimentos policiais, foram realizadas consultas aos sistemas de segurança da Polícia Civil, tendo os policiais constatado que o homem tinha um segundo mandado de prisão em aberto, que foi expedido em 2013 pela 3ª Vara Criminal de Dourados, após ele ser condenado pelo homicídio de Adriano Benites.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix