Ponta Porã/MS, Domingo, 22 de Setembro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Quinta-Feira, 27 de Dezembro de 2018, 15h:10
Tamanho do texto A - A+

Atiradores se passam por policiais e matam rapaz com mais de 20 tiros de fuzil

Vítima era apontada por envolvimento em assassinato, ocorrido em 2016

Laura Holsback
Capital News

 

Caarapó News

Atiradores se passam por policiais e matam homem com mais de 20 tiros de fuzil

Cleiton teria participado de homicídio, em 2016, na cidade de Caarapó

 

Dois atiradores invadiram uma casa e se passando por policiais mataram Cleiton Gustavo Valdez Martinez, 21 anos, a tiros de fuzil. A execução foi por volta das 22h desta quarta-feira (26), na rua Guaíba, no Jardim Altos da Glória, em Ponta Porã. 

 

De acordo com Boletim de Ocorrência, testemunhas disseram que os atiradores estavam encapuzados e vestiam coletes à prova de tiros. Na chegada ao imóvel, eles se apresentaram como policiais e foram para o quintal, onde a vítima mexia no som do seu carro, juntamente ao cunhado. 

 

A dupla passou a atirar em Cleiton e fugiu em seguida. O rapaz foi atingida por mais de 20 tiros de fuzil, segundo a polícia. Ainda conforme as declarações, os autores estavam em um carro de cor vermelha. O crime está sob investigação e autoridades policiais ainda não se pronunciaram.

 

Na Justiça

Cleiton respondia a processo na Justiça por suposto envolvimento em assassinato e tentativa de assassinato, no ano de 2016, em Caarapó. Segundo decisão que consta nos autos, ele e um amigo deveriam ir a julgamento pelo Tribunal do Júri. O crime teria ocorrido durante briga em uma festa e teria tido também o envolvimento de adolescente, à época dos fatos.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix