Ponta Porã/MS, Terça-Feira, 17 de Setembro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Sexta-Feira, 23 de Agosto de 2019, 16h:57
Tamanho do texto A - A+

Acusado de atacar mulheres no Jardim Carioca é identificado

Autor acabou fugindo para a casa de um tio no município de Anastácio

Elaine Silva
Capital News

Rafael Gaijim/arquivo Capital News

Delegacia Especializada em Repressão a Roubos e Furtos (Derf)

Delegacia Especializada em Repressão a Roubos e Furtos (Derf), em Campo Grande

Suspeito de esfaquear três mulheres em uma onda de ataques no Jardim Carioca, em Campo Grande, Felipe da Silva Gamarra, conhecido ‘Moleque Travesso’, 25 anos, foi preso. As investigações que elucidaram uma série de crimes foram comandadas pelo delegado Fábio Brandalise, da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf). O acusado foi preso em Anastácio pela Polícia Militar.

Conforme o titular da Derf, delegado Reginaldo Salomão, a rapidez na elucidação dos crimes se deu graças a grande contribuição da população, que colaborou com a Polícia Civil repassando características físicas do suspeito, bem como dando informações de pessoas do bairro, possibilitando inclusive a confecção de um retrato falado muito próximo da fisionomia do agressor.

Com a circulação de notícias dos crimes e devido ao intenso trabalho realizado pela Polícia Civil e Polícia Militar no bairro, Felipe acabou fugindo para a casa de um tio no município de Anastácio. Ao tomar conhecimento de que o sobrinho estava sendo procurado, o familiar entrou em contato com a Polícia Militar que foi até a residência, efetuou a prisão e entregou o suspeito na Delegacia de Polícia Civil local.

Conforme o delegado, naquele momento não se tinha ciência dos bárbaros crimes cometidos pelo homem no Jardim Carioca, em Campo Grande. O alerta foi dado por um investigador e o delegado Wilkson Vasco Francisco Lima, entrou em contato com a Derf, inclusive enviando fotos atualizadas do suspeito.

Policiais da Derf deslocaram até Anastácio e realizaram a transferência do suspeito para Campo Grande, onde ele foi interrogado, entrou em contradições e acabou confessando a autoria dos estupros e tentativas de homicídios ocorridas nos últimos dias no Jardim Carioca. Conforme o delegado para a assessoria da Polícia Civil, ele inclusive informou detalhes da ação, escolha das vítimas, etc. Felipe ainda forneceu informações que levaram a apreensão das roupas que usava nos dias do crime.

O delegado Reginaldo Salomão destaca a participação dos policiais da Derf nas investigações, bem como da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM), 7ª Delegacia de Polícia Civil e Polícia Militar, com o objetivo de localizar e capturar o agressor.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix