Ponta Porã/MS, Quarta-Feira, 18 de Setembro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Nacional
Terça-Feira, 30 de Julho de 2019, 11h:57
Tamanho do texto A - A+

Polícia conclui inquérito e Neymar não será indiciado

Ministério Público tem 15 dias para se manifestar

Elaine Silva
Capital News

Rafael Ribeiro/CBF e Reprodução/SBT

Polícia conclui inquérito e Neymar não será indiciado

Neymar e Najila

O jogador Neymar não será indiciado por estupro e agressão. O inquérito apurava  as acusações de estupro e agressão feitas pela modelo Najila Trindade Mendes de Souza contra o jogador.

A delegada Juliana Lopes Bussacos, titular da 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, concluiu na tarde desta segunda-feira (29) o inquérito e o Ministério Público tem 15 dias para se manifestar para oferecer denúncia, pedir arquivamento ou novas diligências.

No início de julho, a justiça acolheu pedido da delegada e autorizou a prorrogação do inquérito por até 30 dias para que diligências complementares pudessem ser feitas. A delegada solicitou o acesso às imagens das câmeras de segurança do hotel em Paris, na França, onde supostamente teria ocorrido os crimes, e o prontuário médico do ginecologista particular de Najila.

O Ministério Público pediu as cópias do inquéritos de extorsão, do que apura o suposto furto no apartamento de Najila e sobre divulgação de imagens íntimas da mulher, em apuração no Rio de Janeiro. Conforme o portal G1, as cópias dos inquéritos chegaram e foram anexadas à investigação de estupro. Já as imagens e o prontuário médico não chegaram, porém, a delegada decidiu encerrar a investigação mesmo assim.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix