CapitalNews

Segunda-Feira, 22 de Março de 2021, 14h:54

Pequenos produtores apostam no cultivo de soja orgânica

Iniciativa é apoiada pelo Governo do Estado

Lethycia Anjos
Capital News

Divulgação/Portal MS

Pequenos produtores apostam no cultivo de soja orgânica

Produção de soja orgânica

Pequenos produtores do município de Ponta Porã, no interior do estado, estão apostando na produção de soja orgânica. O processo de transição entre o sistema convencional e o orgânico recebeu apoio técnico da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer) e da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Oeste).

 

Conforme o produtor Marcos Ambrust, do Distrito de Nova Itamarati, em sua propriedade foram cultivados 14 hectares de soja BRS 511, os grãos possuem resistência genética à ferrugem-asiática da soja. O pesquisador da Agraer, Rogério Franchini identificou com grande eficiência intercorrências fitossanitárias, controladas por controle biológico. 

 

O uso de agrotóxicos não é permitido no cultivo orgânico, por isso o controle de plantas “invasoras” foi realizado manualmente pelo produtor junto a colaboradores, gerando assim serviços para terceiros. Conforme o divulgado durante o preparo da área de plantio, houve aplicação de pó de rocha e fosfato natural de Bonito e adubo orgânico. Os produtores têm expectativas de que o plantio gere uma produtividade entre 45 a 50 sacas por hectare. 

 

Após o processo de transição da produção convencional para a orgânica foi realizada a primeira colheita da soja no início deste mês no lote de Djones, pertencente a Cooperativa dos Agricultores Familiares da Itamarati (Cooperati). 

 

Diretor executivo da Agraer, Fernando Nascimento ressalta a importância do acontecimento. “É um momento histórico para a agricultura familiar, pois poderá colocar um produto diferenciado no mercado, cuja demanda cresce a cada dia, além de benefícios que o solo e os recursos hídricos receberão, com a redução do uso de produtos químicos, favorecendo a microfauna do solo e a qualidade dos mananciais”, destacou via assessoria.  

 

Em 2020 a Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), lançou o Programa Pró-Orgânico com intuito de desenvolver as diferentes cadeias produtivas agroecológicas e orgânicas, assim como o extrativismo sustentável em Mato Grosso do Sul. Conforme a assessoria, a ideia é interagir com outras políticas públicas e fomentar a produção orgânica no estado.

 


Fonte: CapitalNews

Visite o website: wwww.capitalnews.com.br