Ponta Porã/MS, Sábado, 19 de Setembro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Economia
Sexta-Feira, 03 de Janeiro de 2020, 09h:51
Tamanho do texto A - A+

Preço da carne deve baixar, diz Ministério da Agricultura

Valor não deve voltar ao patamar do início de 2019

Laryssa Maier
Capital News

Reprodução

Quilo das peças de carne têm 41% de variação no preço em açougues de Três Lagoas

No entanto, valor não deve voltar ao patamar do início de 2019

O preço da carne vai reduzir para o consumidor final, a cotação da arroba (15 quilos) do boi gordo diminuiu de valor em dezembro, o cenário “indica uma acomodação dos preços no atacado, com reflexos positivos a curto prazo no varejo”, descreve nota que acrescenta que a alcatra teve “4,5% de queda no preço nos últimos sete dias”.

 

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) está divulgando a nota que apresenta uma queda em média de 15%. Conforme levantamento periódico do Mapa, a arroba do boi gordo estava cotada a R$ 180 no último dia 30. No início do mês passado, chegou a R$ 216.

 

Segundo projeções do Mapa, a arroba vai ficar entre R$ 180 e R$ 200 nos próximos meses, dependendo da praça. A queda do valor interrompe a alta de 28,5% que salgou o preço da carne nos últimos seis meses. A perspectiva, porém, é de que o alimento não volte ao patamar inferior. “Estamos fazendo a leitura de que isso veio para ficar, um outro patamar do preço da carne”, avalia o diretor do Departamento de Comercialização e Abastecimento do Mapa, Sílvio Farnese.

 

“Eu tenho certeza que o preço não volta ao que era”, concorda Alisson Wallace Araújo, dono de dois açougues e uma distribuidora de carne em Brasília. Segundo ele, no Distrito Federal, o quilo do quarto traseiro do boi estava custando para açougues e distribuidoras de carne R$ 13,50 há seis meses. Chegou a R$ 18,90 em novembro, e hoje está em R$ 17,70.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix