Ponta Porã/MS, Domingo, 22 de Setembro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Economia
Sexta-Feira, 23 de Agosto de 2019, 15h:37
Tamanho do texto A - A+

Em julho mais de mil pessoas foram registradas no de trabalho

MS bate recorde em abertura de empresas e oportunidade de empregos desde 2012

Laryssa Maier
Especial Capital News

Aquivo/Capital News

Primeiro semestre incluiu mais de 5 mil pessoas no mercado de trabalho

É o melhor resultado para um mês de julho desde o ano de 2012

No mês de julho de 2019, o desempenho bateu o recorde na abertura de empresas, e a consistência dos números de contratações com carteira assinada registrados no mesmo período em Mato Grosso do Sul demonstram a evolução.  

 

No mês de julho de 2019, em Mato Grosso do Sul, foram registradas 1.206 contratações com carteira assinada, segundo os dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) divulgados nesta sexta-feira (23) pelo Ministério da Economia. É o melhor resultado para um mês de julho desde o ano de 2012. Os destaques são para os setores do Comércio, com 527 novas vagas; Agropecuária (280); Serviços (249); Indústria de Transformação (146); Construção Civil (92); Extrativa Mineral (52) e Administração Pública (1). No saldo acumulado de janeiro a julho deste ano, Mato Grosso do Sul contabiliza 3.016 novas vagas.

 

Segundo Reinaldo Azambuja, a política de atração de novos investimentos e a desburocratização para abertura de novas empresas mostram que o Governo acerta nas ações que visam a geração de emprego. “Nossa política de geração de empregos está caminhando a passos largos e novas empresas se instalando em Mato Grosso do Sul, como também novos empreendedores sul-mato-grossenses abrindo suas portas para oportunidades de trabalho”, afirmou Reinaldo Azambuja.

 

Na avaliação do secretário Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), o desempenho positivo da geração de empregos, em praticamente todos os setores, em Mato Grosso do Sul no mês de julho deste ano é resultado da retomada da confiança do empresariado brasileiro e sinaliza a ativação da economia no Estado.

 

Outro resultado positivo registrado por Mato Grosso do Sul foi a queda na taxa de desocupação apontada na PNAD Contínua (Pesquisa por Amostra de Domicílios Contínua), divulgada pelo IBGE. Segundo assessoria, no segundo trimestre de 2019, a taxa de desocupação recuou 1,2 pontos percentuais no Estado, saindo de 9,5% no acumulado de janeiro a março deste ano para 8,3% no período de abril a junho. “Os dados mensais do Caged nos dão sustentação para que, nos próximos levantamentos, a gente registre uma melhoria no nível de ocupação, com geração de emprego e mais oportunidades para a população”, finalizou o secretário Jaime Verruck.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix