Ponta Porã/MS, Terça-Feira, 28 de Setembro de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Sábado, 17 de Julho de 2021, 11h:40
Tamanho do texto A - A+

Procon flagra irregularidades em diversos bancos de Ponta Porã

A diligência se deu em atendimento a repetidas denúncias de consumidores

Laryssa Maier
Capital News

Procon/MS

Banco

 

Ação realizada na cidade de Ponta Porã por equipe do Procon, no período de  cinco a nove  de julho em curso, culminou  com a autuação  de cinco agências  bancárias (Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil,  Bradesco, Itaú/Unibanco e Santander (Brasil).

 

A diligência se deu em atendimento a repetidas denúncias de consumidores. Em todas as  agências foram detectadas, como é o caso do excesso de demora para atendimento,  agravado pelo fato da senha só ser entregue após os consumidores ingressarem na agência, os impedindo de comprovar o abuso. Entretanto, vários outras anormalidades foram registradas, principalmente no Banco do Brasil onde pessoas que esperavam para realizar “prova de vida” por terem se aposentado por invalidez. E que, mesmo diante  de suas deficiências,  se obrigaram a aguardar por horas em pé.

 

Nas agências foram flagradas, também, a inexistência de atendimento prioritário, ausência de caixas eletrônicos adaptados para cadeirantes, falta de atendentes que pudesse orientar os consumidores em fila.  Foi comum encontrar  agencias que não exibiam  alvarás de  Licença e Funcionamento ou quando existiam estavam vencidos.  No caso do Banco do Brasil, desde  2 010.

 

De acordo com a assessoria, as unidades bancárias não possuíam, para  acesso dos consumidores, exemplares do Código de  Defesa do Consumidor,  não dispunham de identificação de locais específicos para  atendimento prioritário, os totens para  emissão de senhas  se  encontram desligados e comprovantes de atendimento – quando liberados –estavam impressos em papel termossensível.

 

Serviço: Fiscalização da Superintendência para Orientação e Defesa  do Consumidor – Procon/MS, órgão integrante da Secretaria de Estado  de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho – Sedhast.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix