Ponta Porã/MS, Domingo, 15 de Dezembro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Quinta-Feira, 09 de Maio de 2019, 08h:54
Tamanho do texto A - A+

Jornalista Farid Yunes morre aos 66 anos

O sepultamento será no Cemitério Santa Cruz nesta quinta-feira (09).

Flavia Andrade
Capital News

Divulgação

Jornalista Farid Yunes morre aos 66 anos

O sepultamento será no Cemitério Santa Cruz nesta quinta-feira (09).

 

Nesta quarta-feira (08), o jornalista corumbaense Farid Yunes Solominy, de 66 anos, faleceu às 06h20, de insuficiência respiratória. Ele passou mal na noite de ontem e foi internado na Santa Casa, onde faleceu. O velório é a partir das 15h na Capela Cristo Rei, localizada na rua Major Gama esquina com a Treze de Junho. O sepultamento está previsto para 10h desta quinta-feira, no cemitério Santa Cruz. 

Farid Yunes iniciou na carreira da comunicação no final da década de 1970. Saiu de Corumbá para estudar na cidade paulista de Ribeirão Preto, onde constituiu família e começou a trabalhar no rádio. 

 

De volta à cidade natal, continuou no rádio e foi assessor de comunicação nos governos dos ex-prefeitos Hugo Costa, Fadah Gattass e Ricardo Candia. Depois retomou a publicação do jornal Correio de Corumbá, cuja circulação é nos fins de semana. Escrevia seus textos a mão, pois não se "familiarizava" com a tecnologia. Depois de prontas, as matérias eram digitalizadas pelo pessoal do jornal.

 

Farid Yunes era diabético, e estava fazendo hemodiálise há 11 anos, além de outros problemas de saúde, Farid dizia: "Tenho todos os problemas. Me pergunte o que eu não tenho". 

 

Farid Yunes deixa três filhos: Tatiana, Alle e João.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix