Ponta Porã/MS, Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Sexta-Feira, 17 de Janeiro de 2020, 07h:29
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Jair Bolsonaro desiste de dar desconto na conta de energia de igrejas

Por Marco Eusébio

Da coluna Entrelinhas da Notícia
Artigo de responsabilidade do autor

José Cruz/Agência Brasil

ColunaMarcoEusébio

Bolsonaro: 'O impacto seria mínimo na ponta da linha, mas a política da economia é de não ter mais subsídios'

Jair Bolsonaro disse que suspendeu qualquer negociação para conceder subsídios a contas de energia de templos religiosos. O presidente afirmou que conversou na quarta (15) com o deputado Silas Câmara (Republicanos-AM), presidente da bancada evangélica na Câmara, que estava acompanhado do missionário R. R. Soares. "O impacto seria mínimo na ponta da linha, mas a política da economia é de não ter mais subsídios. Falei com eles que está suspensa qualquer negociação nesse sentido", afirmou, ao deixar o Ministério de Minas e Energia. Na semana passada, o Estadão revelou que o governo preparava um decreto para adotar a medida, mas enfrentava resistência da equipe econômica. Pela minuta, os templos passariam a pagar tarifas no horário quando há maior consumo, iguais às cobradas durante o dia, mais baratas. Cada distribuidora tem seu próprio horário de ponta, que dura três horas entre o fim da tarde e o início da noite. Nesses horários, o consumo de energia pode ficar 50% maior e as taxas sobem até 300%. Conforme o jornal, é justamente nesse período que os templos costumam realizar cultos.

 

 

   Leia a coluna de hoje clicando aqui em Marco Eusébio in Blog

 

 



 


 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix