Ponta Porã/MS, Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Sábado, 12 de Outubro de 2019, 12h:13
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Flamengo ganha mais uma e abre oito pontos na liderança do Brasileirão

Por Horácio Oliveira

Da coluna Futebol
Artigo de responsabilidade do autor

Enquanto Santos e Palmeiras oscilam, time carioca voa na competição

Divulgação/Flamengo

ColunaFutebol

Ninguém segura o Flamengo. Depois da vitória conquistada nesta quinta-feira, diante do Atlético Mineiro, por 3 a 1, no estádio do Maracanã, a equipe carioca abriu oito pontos de vantagem para Palmeiras e Santos, que ocupam a vice-liderança do Campeonato Brasileiro.

Ver o futebol ao vivo dos comandados do técnico português Jorge Jesus tem sido especial para a torcida rubro-negra. Com um esquema envolvente, ofensivo e extremamente vitorioso, a equipe tem a melhor média de público até o momento no Brasileirão. Ao longo das últimas 25 rodadas, o público médio para cada jogo o Flamengo é de 50 mil pessoas. Para se ter uma ideia da boa relação entre torcida e time, o 2º colocado da lista é o Corinthians, com média de 34 mil pessoas.

Com 13 jogos de invencibilidade na temporada, o Flamengo não perde há mais de dois meses. Diante do Atlético Mineiro, a equipe não tinha Gabigol, artilheiro do Brasileirão com 18 gols e um dos principais jogadores do time. Mesmo assim, a equipe não se abateu e contou com grande atuação de Vitinho, substituto de Gabigol, que marcou um dos gols da vitória e deu uma assistência.

Esse, aliás, é um ponto importante para garantir o bom momento da equipe. Jogadores que estão no banco de reservas conseguem manter o bom nível da equipe. Casos do atacante Vitinho e do meio-campo Reiner, de apenas 17 anos, apontado como uma das promessas do Flamengo.

Enquanto o rubro-negro aumenta o nível de intensidade e produção, os outros concorrentes ao título oscilam. Palmeiras e Santos não mantém estabilidade, apesar de ainda considerarem uma possível briga pelo campeonato.

No Palmeiras, Mano Menezes perdeu o primeiro jogo no comando da equipe justamente no clássico diante do Peixe, na última quarta-feira (09), por 2 a 0, na Vila Belmiro. Para além do resultado, o futebol apresentado pelo time foi sofrível. Bruno Henrique, Dudu e Gustavo Scarpa estiveram abaixo do esperado.

Além disso, o diretor de futebol, Alexandre Mattos, tem sido alvo de críticas por exagerar na contratação de jogadores que, para a torcida, não rendem o esperado, casos de Carlos Eduardo e o colombiano Miguel Borja.

Pelo Santos, uma ótima exibição, mas que não apaga a sequência irregular do time no brasileirão. Nos últimos 10 jogos, foram 4 vitórias (CSA, Vasco da Gama, Palmeiras e Chapecoense), 3 empates (Athletico Paranaense, Fluminense e Fortaleza) e 3 derrotas (Flamengo, Grêmio e Cruzeiro).

As próximas rodadas serão decisivas para Flamengo, Palmeiras e Santos. O time da baixada santista tem um jogo difícil, contra o Internacional, no Beira Rio, domingo (13), às 16h. No mesmo horário, o Flamengo encara Athletico Paranaense, na Arena da Baixada. A depender dos resultados desses dois jogos, o Palmeiras pode se dar bem, já que é o único que joga em seus domínios, diante do Botafogo, no sábado (12), às 21h.

Com oito pontos de vantagem, é improvável que o Flamengo não conquiste o título do Campeonato Brasileiro deste ano. Nem mesmo a disputa da Libertadores e o segundo jogo da semifinal, diante do Grêmio, no dia 23 de outubro, deve atrapalhar a equipe. Para Santos e Palmeiras o que resta é seguir disputando e torcer para que o time carioca perca o ritmo em algum momento do torneio.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix