Ponta Porã/MS, Sábado, 23 de Setembro de 2017 | 03:30
27˚
(67) 3042-4141
Saúde
Sábado, 25 de Abril de 2015, 11h:57
Tamanho do texto A - A+

Maternidade do Hospital Regional recebe novos berços

Prefeitura faz investimentos e fortalece parcerias, 140 partos são realizados em média por mês

Rogério Vidmantas
De Dourados para o Capital News

A maternidade do Hospital Regional de Ponta Porã recebeu 25 novos berços na última quarta-feira (22), obedecendo às diretrizes de implantação da Rede Cegonha na saúde pública municipal, cujo convênio foi assinado pelo prefeito Ludimar Novais através da Secretaria Municipal de Saúde.

Divulgação/PMPP

maior conforto para o bebê e a mãe

maior conforto para o bebê e a mãe


Todos os berços antigos serão substituídos pelos novos que são mais modernos, seguros e higiênicos, trazendo mais segurança e comodidade para os recém nascidos e são os indicados pela vigilância sanitária para uma melhor higienização do bebê e do berço.

 

A enfermeira Gisele Eliane Monfort disse que nos dias mais movimentados o hospital realiza até sete partos em um único dia, mas em média são 140 partos entre os normais e cesarianas por mês, e os novos berços são mais seguros, trazem mais mobilidade, flexibilidade para as mães e o bebê fica pertinho para alimentação, banho e cuidados.

Isabel Lopes é moradora do bairro São Vicente de Paula. Mãe do primeiro filho, ela agradeceu pela acolhida na maternidade do HR “Contente por ter sido tão bem atendida, pelos cuidados com meu filho, agradeço a equipe toda e estou bastante feliz com meu filho”. A mãe de Isabel e avó do bebê, que recebeu o nome de Guilherme, endossa as palavras da filha. “Atenderam muito bem, a Prefeitura foi inclusive buscar minha filha em casa, não tem nem como agradecer por tudo que fizeram”.

A maternidade do Hospital Regional é o único hospital público a receber os novos berços em todo os estado, que já são utilizados nos melhores hospitais privados do Brasil.

A Rede Cegonha é uma estratégia do Ministério da Saúde que é obedecido pela Secretaria Municipal de Saúde que visa implementar uma rede de cuidados para assegurar às mulheres o direito ao planejamento reprodutivo e a atenção humanizada à gravidez, ao parto e ao puerpério, bem como assegurar às crianças o direito ao nascimento seguro e ao crescimento e desenvolvimento saudáveis.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix