Ponta Porã/MS, Sábado, 23 de Setembro de 2017 | 03:26
27˚
(67) 3042-4141
Política
Terça-Feira, 17 de Janeiro de 2017, 13h:50
Tamanho do texto A - A+

Helio Peluffo diz que prioridade da gestão é saúde

Prefeito de Ponta Porã também buscará parcerias com Governo Federal, estadual e paraguaio

Natália Moraes
Capital News

Deurico Ramos/Capital News

Helio Peluffo diz que prioridade da gestão é saúde

Prefeito Helio Peluffo foi eleito com 27.193 votos

O prefeito de Ponta Porã, Helio Peluffo (PSDB), disse que a prioridade da sua gestão será a saúde. Helio foi um dos gestores que participou da votação que elegeu a nova diretoria da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul) nesta segunda-feira (16).


Ele explica que nos últimos 15 dias, a saúde em Ponta Porã tem avançado devido a uma parceria com o Governo do Estado que resultou na implantação de uma Organização Social (OS) para gerir o Hospital Regional do município. “O hospital já esta sob o comando do estado e vem apresentando resultados formidáveis e isso acaba trazendo alento para o município, apesar de o custo precisar ser discutido”, disse.


Em poucos dias à frente da prefeitura, Helio disse que obteve uma transição amistosa da última gestão, tocada por Ludimar Novais (PDT) – que ficou em terceiro lugar nas eleições 2016. Apesar disto, o gestor ainda não sabe concretamente a situação dos cofres municipais, o que, segundo ele, dificulta o que já estava planejando por falta de informação. A intenção agora é levantar estes dados.


No entanto, quanto aos recursos da repatriação, Helio já tem um panorama. A verba foi repassada no dia 30 de dezembro à prefeitura, e segundo ele, praticamente utilizada inteiramente no dia 31, restando apenas R$ 50 mil. “Gastaram de maneira não apropriada, sem prioridades, sem realmente olhar com olhos de administrador e focar no interesse da população. Isso de certa maneira cria dificuldades pra gente”. Apesar disto, ele disse que os salários estão em dia.


Fronteira
Para Helio, que é prefeito de um município fronteiriço a 326 km da Capital, grande parte da insegurança na região é responsabilidade do Governo Federal. “A fronteira precisa ser olhada de outra maneira, ela precisa de uma política nacional e não somente estadual e se o Governo Federal não olhar para as fronteiras, continuaremos sendo passagem de tudo aquilo que não presta”, disse.


Outra particularidade de Ponta Porã são as visitas frequentes por turistas para compras. O prefeito entende que, apesar do comércio depender da oscilação do dólar, é importante buscar parcerias com o governo paraguaio.“Precisa procurar algumas integrações que facilitem a nossa vida. Uma delas é fazer colaborações, criar parcerias entre os dois governos. Melhorar relações com o país, procurar um recadastramento de todos os brasileiros que estão lá”. Ele explica que o recadastramento é importante para solicitar mais recursos à União, já que muitos brasileiros moram na cidade vizinha – Pedro Juan Caballero, e utilizam o Sistema Único de Saúde (SUS).


Helio Peluffo foi eleito com 27.193 votos.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix