Ponta Porã/MS, Sábado, 23 de Setembro de 2017 | 03:28
27˚
(67) 3042-4141
Política
Terça-Feira, 30 de Maio de 2017, 18h:34
Tamanho do texto A - A+

Câmara inicia pagamento do 13º em junho em cidade de MS

Vereadores relatam economia no primeiro quadrimestre e prioriza pagamento de funcionários

Renato Giansante
De Dourados para Capital News

A audiência pública desta segunda-feira na Câmara de Ponta Porã teve prestação de contas do primeiro quadrimestre do Executivo, Legislativo e do Previporã  e anúncio da primeira parcela do 13º para junho. A reunião foi comandada pelo presidente da Comissão de Economia, Finanças e Fiscalização, o vereador Rony Lino, pelo vice-presidente, o vereador Paulinho Roberto e pelo relator, o vereador Edevaldo Mattoso Barbosa.

Lecio Aguillera

Câmara inicia pagamento do 13º em junho em cidade de MS

Audiência pública prestou conta dos poderes de Ponta Porã e mostraram economia em 2017

 

"O Brasil está vivendo um período de crise e Casa de Leis também está trabalhando com contenção de gastos. O Poder Legislativo reduz despesas, mas garante qualidade aos servidores e no atendimento ao público", disse o presidente da Comissão.

De acordo com o presidente da casa, Otaviano Cardoso, apesar do aumento do número de vereadores e consequentemente da quantidade de assessores parlamentares, a Câmara Municipal conseguiu ter uma redução com gasto pessoal do duodécimo. O valor máximo a ser gasto é de 70% e foram gastos 61,85%, referencia muito abaixo dos anos anteriores, que tinham uma média entre 67% e 69%.

A redução das despesas foi devido a cortes de contratos terceirizados de digitalização, assessoria jurídica e contábil, serviços estes, que hoje são realizados por funcionários da Câmara Municipal.

“Também diminuímos o quadro de funcionários geral, com esses cortes foi possível conceder aumento de salário de 11,95% aos servidores, que era devido de 2015 e 2016. Hoje nós trabalhamos com menos servidores, mas valorizamos os funcionários. Em junho já será possível pagar a primeira parcela do 13º salário", afirmou Otaviano Cardoso.

Nas despesas apresentadas constam: manutenção do Legislativo, como materiais de consumo e serviços de terceiros e outros, estão os gastos com aquisição de novos equipamentos eletrônicos, reformas em ambientes para acomodar os novos vereadores.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix