Ponta Porã/MS, Sábado, 23 de Setembro de 2017 | 03:44
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Sexta-Feira, 18 de Agosto de 2017, 09h:31
Tamanho do texto A - A+

Sequestradores desistem do crime e abandonam filho de empresário

Adolescente, de 12 anos, tinha sido levado por criminosos a caminho da escola

Laura Holsback
Capital News

Divulgação/PC

garras

Policiais do Garras participaram do resgate ao menino

Quase um dia depois de ter sido levado por sequestradores, Pedro Urbieta de Souza, de 12 anos, filho do empresário Alexandre Reichardt de Souza, foi resgatado pela polícia. O fato aconteceu em Ponta Porã, onde o pai do adolescente é dono de empresa de materiais de construção.

 Veja o momento do reencontro

 

O menino havia sido sequestrado por volta das 6h30min desta quinta-feira (17) quando seguia em direção à escola. Segundo testemunhas, sequestradores usaram na ação criminosa veículo de cor branca.


O delegado da região Rodolfo Daltro comentou com a reportagem do Ponta Porã Informa que os sequestradores fizeram apenas dois contatos com pedido de resgate, no início da tarde. O sumiço dos criminosos causou estranheza às autoridades policiais que estavam empenhadas nas buscas. Pedro foi abandonado no lado do Paraguai, sem nenhum valor ter sido pago.


A suspeita é que os sequestradores se sentiram pressionados diante da mobilização policial que se formou em torno do caso. O adolescente foi levado de volta para a casa, por volta das 23h30.


O menino foi recebido com muita alegria e comemoração. Os pais agradeceram o apoio de toda a comunidade, que fez orações e campanhas para que o garoto fosse encontrado bem.


Trabalharam na investigação policiais civis de Ponta Porã, com auxílio do Grupo Especializado de Repressão a Roubo a Banco e Resgate (Garras), além de agentes das forças policiais do Paraguai.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix