Ponta Porã/MS, Domingo, 23 de Abril de 2017 | 15:49
27˚
(67) 3042-4141
Nacional
Segunda-Feira, 13 de Março de 2017, 18h:57
Tamanho do texto A - A+

Beneficiários do Bolsa Família tem ações de inclusão produtiva lançados pelo Governo

Mudanças no benefício terão prazo de reajuste a cada 2 anos para quem conseguir trabalho

Flavia Andrade
Capital News

Jefferson Rudy/Agência Senado

Orçamento não tem espaço para reajuste do Bolsa Família, diz secretário

Mudanças no benefício terão prazo de reajuste a cada 2 anos para quem conseguir trabalho

Jefferson Rudy/Agência Senado

Orçamento não tem espaço para reajuste do Bolsa Família, diz secretário

Mudanças no benefício terão prazo de reajuste a cada 2 anos para quem conseguir trabalho

Nesta segunda-feira (13), no Rio de Janeiro, o ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, informou que, o governo vai lançar no fim deste mês, um pacote de medidas de inclusão produtiva para os beneficiários do Bolsa Família. Entre as iniciativas, figura a manutenção do benefício por até dois anos para quem conseguir um emprego com carteira de trabalho assinada. 

 

“Se a pessoa consegue um trabalho remunerado e formal, ela tem que ser incentivada, não pode ser punida com a perda do Bolsa Família. Ela tem que ter mais um ou dois anos recebendo o Bolsa Família até ter uma estrutura mais estável de emprego. Se depois perder o emprego, tem que ter de volta o benefício automaticamente”, afirma ministro.

 

Ainda segundo ministro, “Hoje, o Bolsa Família é uma causa importante, senão a maior, da informalidade do mercado de trabalho porque as pessoas morrem de medo de perder o Bolsa Família se arrumarem emprego. E, se arrumam um emprego, não querem assinar carteira de trabalho”, concluiu Terra.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix