Ponta Porã/MS, Sexta-Feira, 17 de Novembro de 2017 | 14:23
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Segunda-Feira, 11 de Setembro de 2017, 19h:03
Tamanho do texto A - A+

Docentes da UFMS paralisam atividades na Capital e no interior no dia 14

Professores aprovaram em assembleia protesto contra “ataques” do governo federal a educação

Flávio Brito
Capital News

Docentes da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), na  Cidade Universitária em Campo Grande e nos campi de Aquidauana e Paranaíba, aprovaram em assembleia-geral do Sindicato dos Professores das Universidades Federais no Mato Grosso do Sul (ADUFMS-Sindicato)  adesão à paralisação geral no dia 14 de setembro contra o corte de verbas para a educação e a reforma da Previdência Social. Em Corumbá, docentes decidiram pela manutenção das atividades.

ADFUMS/Divulgação

ADFUMS

Assembleia-geral dos docentes da Capital foi realzada no dia 6 de setembro

Com mais votos favoráveis, a assembleia em Campo Grande deliberou pela produção de carta aberta denunciando  o que os servidores chamaram de “ataques” do governo do presidente Michel Temer à educação pública em todos os níveis.

O documento será distribuído em todas as unidades setoriais da UFMS em Campo Grande e nos campi  no interior por meio de aulas de cidadania, de forma que cada docente possa fazer a leitura e o debate com os estudantes, em sala de aula.  Essa atividade de mobilização deve ocorrer nos dias 12, 13 e no dia da greve, 14 de setembro. A paralisação foi decidida no dia 06 de setembro.

A presidente da entidade que representa os servidores, Mariuza Aparecida Camillo Guimarães, lembrou que na reunião com a reitoria foi comunicado que os recursos disponíveis dariam para manter as despesas até setembro deste ano. Esclareceu que a UFMS já enfrenta a redução de investimentos em pesquisa e extensão, bolsa de pesquisas e de iniciação científica. “Para nós não faltam motivos para paralisação”,  afirmou a sindicalista.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix